5 de nov de 2009



um luar redondo

rola no céu nevoento-

tem chuva na espera

8 comentários:

Arséne Lupin disse...

O Luar que timidamente fura o arvoredo da floresta,esconde segredos
que nem imaginamos mas que nos sonhar e tremer....

AL

Arséne Lupin disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Chica disse...

Lindo,gaivota e tem mesmo chuva à espera...Tomara que venha fraca! beijos,tudo de bom,chica(fico feliz quando tem poemas novos aqui ou lá)

angela disse...

Vim conhece-la e gostei muito de seus pequenos (e amplos) poemas.
beijos

A Magia da Noite disse...

a chuva que há-de lavar a mágoa

Graça disse...

Amo haikais e vou voltar para ler tudo por aqui...
Lindo, esse!!!
Grande abraço.

ONG ALERTA disse...

O perfume faz lembrar a beleza da rosa, paz.

soninha disse...

Sente-se a ameaça.bjs